Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

ESTÁS AQUI

Janeiro 22, 2014

Sem voltar atrás...

É hora de ir dormir. E mais uma vez só eu continuo aqui a divagar por entre os pensamentos que me distraem e me afastam do sono. Nos meus sonhos, eu vejo-te, sinto-te, abraço-te, beijo-te, protejo-te...estás a um palmo de mim embora não te consiga tocar. Nunca fui muito boa a desenhar caras, mas a tua eu consigo visualizar...os meus olhos e o sorriso do pai! Conheço-te bem demais e encontro-te facilmente por entre a distância que nos separa. És tu! Mesmo que o teu corpo não esteja nos meus braços, mesmo que não consiga sentir o toque da tua pele, sinto o teu cheiro em mim, o teu cheiro de bebé! Assim, desta forma, consigo ser eu, e consigo ter-te aqui no meu colo, mesmo sem te ter. Basta-me, por agora. Basta-me o silêncio entre nós, o olhar cúmplice e a gargalhada que o pai e a mana dão ao ver-te expressar o primeiro sorriso. Basta-me sentir o teu cheiro inodoro que transmite a paz do mundo. Pelo menos no meu. 

Por isso mesmo, para quê dormir se voltam os pesadelos? Para quê ligar a televisão e  distrair-me com a infelicidade ou felicidade dos outros? O sangue dos que morrem e as lágrimas dos que vivem? Não obrigada! Esta noite e só esta, deixa-me sonhar. Deixa-me acreditar que basta esticar o braço e sentir a tua mãozinha. Algures, a guiar-me, a ver-me, a proteger-me. Deixa-me acreditar que estejas onde estiveres, estás aqui, pelo menos esta noite!

 

1 comentário

Comentar post

Contagem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D