Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

É tudo...por agora!

Janeiro 09, 2014

Sem voltar atrás...

"Sê paciente com todo o mundo, mas acima de tudo contigo próprio."

(S. Francisco de Sales)

 

 

No limite...é assim que me sinto, e até aqui nada de novo, não fosse o facto de isto durar à uma data de dias, assim mais ou menos desde o Natal...sinto-me cansada, sinto-me doente, sem apetite e por conseguinte a começar a perder peso, o que tendo em consideração o facto de pesar 50kg, começa a não ser saudável nem bonito, sinto-me depressiva, sensível, sem paciência, sem ânimo, sinto-me em baixo...acho que deve ser o stress e a rotina que estão a dar cabo da cabecinha aqui da gaja que se julga muito esperta. Esperta porquê? Porque percebe tudo a léguas, porque não acredita no pai natal, porque tem idade e maturidade suficientes para perceber que a vida e as pessoas não são perfeitas, porque sabe sempre gerir a sua vida de mulher, mãe e trabalhadora, porque tem sempre tempo (ou esforça-se para ter) para conciliar as lides domésticas, com o trabalho e com a atenção e cuidados que se precisa ter com 2 filhos (ok, é só um filho, mas o babe inclui-se nesta categoria), porque é uma Super mulher, porque não precisa de ouvir conselhos nem opiniões alheias, porque o carinho, a atenção e os cuidados, ela pode-os receber em qualquer altura, porque não dramatiza nem se deixa paralisar pelos seus medos! Aqui a gaja é esperta porque entende quando é dado o dito pelo não dito, porque percebe que existem pessoas que têm dois pesos e duas medidas e porque nem todos nos regemos pela mesma batuta de comportamentos, a tipa sabe que a mentira nem sempre tem perna curta e que se a maltinha não andar atenta, na maioria das vezes a mentira morre mesmo solteira! Esperta porque se cala quando deveria falar e fala quando deveria fazer precisamente o contrário, a tipa é muito esperta porque sabe que nem tudo o que parece é e porque nem tudo o que é, na realidade parece, porque sorri quando tem vontade de chorar, e porque não deixa que lhe estalem o verniz! Aqui a gaja que se julga muito esperta, mas que na realidade não é assim tão esperta, tem dois braços, duas mãos, duas pernas e uma cabeça, tudo o resto está mecanizado e é feito em piloto-automático, mas sinceramente a tipa tá assim a modos que a dar sinais de desgaste. Mas claro, pessoas como ela, gajas que se julgam muito espertas, só têm uma forma de dar a volta à questão, é fingir que nada se passa, que está tudo bem e esperar que os melhores dias cheguem. Gaja esperta sabe que mais dia, menos dia, o peso se vai atenuando! Dito isto, é tudo...por agora!

Contagem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D