Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

MISS IMPERFEITA!

Setembro 05, 2012

Sem voltar atrás...

 

Eu não sirvo de exemplo para nada nem para ninguém, e acreditem quando digo, que não tenho pretensão de o ser, mas se vocês querem saber se isso é possível, eu ofereço-me como piloto de testes.
Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho o meu dinheiro, vou ao supermercado, decido a ementa das refeições, cuido da minha filha, do babe (quando ele está...), procuro as minhas amigas, namoro, passeio, vou ao cinema, pago as minhas contas, tenho a capacidade doseada em toneladas de gerir e organizar o meu modesto lar por forma que a “coisa” esteja sempre habitável, faço a depilação na esteticista uma vez por mês, janto fora, viajo até Leiria numa sexta e regresso no domingo, ufffffff !!!
E, entre uma coisa e outra, ainda arranjo tempo para ler livros. Portanto, sou uma mulher bastante ocupada!

Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres...
Primeiro: a dizer NÃO!
Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO!

Eu não sou a Nossa Senhora, sou, humildemente uma mulher que passa 12h fora de casa, e quando regressa tem uma lista de tarefas que têm obrigatoriamente que ser feitas! Não há tempo, espaço nem disposição para cefézitos com os amigos durante a semana! Sou mais ou menos, pior ou melhor por isso? Óbviamente que não, mas ninguém duvide que existem dias em que o meu esforço roça quase o humanamente impossível! Sabem o que me vale? É eu ter uma alegria e uma energia natural que já nasceu comigo e comigo vai morrer! Fui formatada assim, fazer o quê? Passo mais de metade do tempo a sorrir, porque sou assim, porque é esta a minha natureza, não me queixo, não me revolto, não me indigno pela minha condição de mulher, nem pela minha vida...afinal de contas, tenho a vida que eu escolhi! E sabem que mais? Não a trocaria por nada! Sou feliz e pronto!

1 comentário

Comentar post

Contagem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D