Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

DESEJEM-ME SORTE!

Setembro 18, 2013

Sem voltar atrás...

Tenho vindo a falar um pouco por aqui, de algo muito importante que está prestes a acontecer na minha vida e na vida do babe...por motivos pessoais, e por opção, não quero para já transportar para a blogosfera o assunto, mas já fiz a promessa de revelar tudo o que está prestes a acontecer!

Por isso minhas queridas amigas, posso-vos dizer que amanhã é o dia...o grande dia...o dia tão desejado e esperado!

O tempo não pára, a vida não espera e o destino é implacável...tudo o que mais quero neste momento, é ter os vossos pensamentos positivos, ter as vossas boas energias...rezem se souberem e se acreditarem na força da oração, pensem em mim, em nós, conspirem a nosso favor...desejem-me/nos SORTE! {#emotions_dlg.unknown}

 

PÁTRIA MINHA AMADA

Setembro 13, 2013

Sem voltar atrás...

Este texto chegou às minhas mãos via Email...conheço o meio, o espirito de inquietação, as frustrações e os problemas reais que se vive neste preciso momento. Não é novidade que represento uma instituição secular, que estou inserida numa cadeia de comando e que é necessário respeitar as hierarquias. O que é novidade, até mesmo para mim, é que começo a sentir-me deslocada e descolada a tudo o que um dia foi tido por mim como real...a missão, a postura, o respeito...enfim, aqui vos deixo algumas frases do célebre Email, que de tão longo, é-me de todo impossível publicá-lo na integra. Percam um bocadinho de tempo e leiam...vale a pena!

 

 

"Sem fazer comentários, sem divulgar a fonte de informação...

 

O “Sentimento” e o “pulsar” da Sociedade deverá ser “preocupação” das FA´s e das FS de qualquer País, entidade “tida” como garantia da “Soberania Nacional”(...)

(...)não necessitamos de “associações”, “sindicatos” ou outras merdas  (linguagem de “caserna”)  para “defender” militares no activo, reserva ou reforma... e garantir a eficácia e eficiência dos vários ramos...e assim a soberania nacional! (...)

 

(...)necessitamos de oficiais, sargentos e praças que sirvam! E que dentro da hierarquia de comando, “cada macaco esteja no seu galho!” (...)

 

(...)só uma questão, companheiros de “armas” que “juraram defender a pátria com o sacrifício da própria vida”! (isto não significa só “morte”...significa também “vida pessoal e familiar”(...)

(...)militar, não é, nem nunca foi, funcionário público! É, sim, da República Portuguesa!(...)

(...)todos aqueles que nos chefiaram nos últimos anos demonstraram uma verdadeira irresponsabilidade e falta de verticalidade perante o poder politico (são os célebres ciclistas de que o Guilherme falava), tendo o seu comportamento perante as difíceis situações que lhes foram apresentadas, tendendo sempre para que a coluna se curvasse perante a submissão e subserviência(...)

(...)na sua postura normal, apenas olham para as respectivas barrigas, em que apesar de o salário ser bastante inferior aos restantes dirigentes da função pública, contam com as despesas de representação, que recebem e não gastam no que deviam pois foi uma forma encapotada de lhes aumentar o vencimento, bem assim como as mordomias que seriam inteiramente merecidas, caso se comportassem como verdadeiros chefes militares(...)"

 

Lolita Pille

Setembro 12, 2013

Sem voltar atrás...

“O que a gente chama de amor é apenas o álibi consolador da união de um perverso com uma puta, é somente o véu rosado que cobre o rosto assustador da solidão invencível. Vesti uma carapaça de cinismo, meu coração é castrado, sou a dependência lamentável, a zombaria do engodo universal; Eros com uma foice enfiada na sua aljava. Amor, isto é tudo que a gente encontrou para alienar a depressão pós-cópula, para justificar a fornicação, para consolidar o orgasmo. Ele é a quintessência do belo, do bem, do verdadeiro, que remodela a sua cara escrota, que sublima a sua existência mesquinha..."

 

TODAY

Setembro 10, 2013

Sem voltar atrás...

 

...começa hoje...e mais uma vez quero, preciso e é urgente acreditar que vai correr tudo bem! Que o meu coração não se desfaça no meio da desilusão, se ela nos bater à porta e nós formos obrigados a deixá-la entrar...que a força, a fé e a coragem estejam sempre do nosso lado e que nunca, nem por um só momento nos passe pela cabeça desistir! Que Deus esteja comigo, contigo, connosco...que Deus nos abençoe e que a alegria invada as nossas vidas...que tudo aquilo que nos une se mantenha intacto, que caminhemos sempre...lado a lado, sem esmorecer e sem permitir que as rotinas e que o passar dos anos destruam o tanto que juntos conquistamos! Que daqui por uns dias, possa escrever por aqui tudo o que me está "entalado" na garganta...e que sejam coisas boas...maravilhosas...agora, é tempo de me acalmar...

 

I'm a Versatile Blogger - Selo

Setembro 05, 2013

Sem voltar atrás...

Agradeço ao blog http://ocupadissima.blogs.sapo.pt/, que me passou este selinho! {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Para este selo, as regras são:

 

- Colocar o selo no blog - Enumerar 7 factos sobre nós;

- Atribuir o selo a 15 bloggers e avisá-las. (Vou quebrar a regra, e tal como a amiga que me passou o selo, vou passá-lo a quem me ler e também gostaria muito de ser avisada!)
 

7 factos sobre mim:

 

1 -  Como o que quiser e não engordo;

2 - Visto uma farda;

3 - Procuro sempre a verdade e a justiça;

4 - Sou teimosa, impulsiva e não tenho papas na lingua;

5 - Pinto o cabelo de preto;

6 - Sou louca pelo meu marido;

7 - Desejo ser mãe novamente.

 

 

OS BRAVOS

Setembro 05, 2013

Sem voltar atrás...

"Dai-nos, Senhor, tudo aquilo que nunca Vos é pedido.

Não Vos pedimos o descanso, nem a tranquilidade do corpo, nem tão pouco a do espirito...

Não Vos pedimos riqueza, nem o êxito e as honrarias, nem sequer o reconhecimento dos homens...

De tudo isto, que insistentemente Vos pedem, talvez quase nada já Vos reste.

 

Dai-nos, pois, ó Deus, o que ninguém quer, o que todos rejeitam:

A insegurança, a incomodidade, a inquietude, a tormenta e o risco...

A vereda estreita e agreste que  vai até Vós.

 

Concedei-nos isto, nós Vos suplicamos, definitivamente, porque a

fraqueza, fruto do egoísmo humano que em nós existe, talvez nos tire a

coragem de o solicitar de novo...

Dai-nos, Senhor, o que Vos sobra, aquilo que ninguém nem sequer Vos

pede mas, dai-nos, ao mesmo tempo, o valor, a vontade, a força e a fé

que temperam a alma do soldado na grandeza da sua servidão...

Por ultimo, Vos rogamos, ó Senhor, por aqueles que, de entre nós, em

todos os tempos, caíram no campo da Honra e derramaram o seu sangue

pela Independência e Liberdade da Pátria...

Nós Vos pedimos, ó Deus dos Exércitos, que, no Vosso Seio, repousem na paz

eterna as almas destes bravos."

 

Contagem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D