Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

O problema é...

Junho 14, 2013

Sem voltar atrás...

“...é as pessoas acharem que podem dizer tudo sem ouvir o que as outras têm a dizer...é as pessoas pensarem que podem fazer dos outros parvos a toda a hora...é as pessoas criticarem as outras com base em suposições, sem verem o que elas próprias fazem...é as pessoas julgarem e acusarem os outros só porque assim parece que ficam mais leves...é as pessoas não se olharem ao espelho e admitirem que também falham...é as pessoas nunca usarem a palavra"desculpa", mas esperarem ouvi-la da boca dos outros...é as pessoas acreditarem que coincidências não existem, que o mundo é enorme e que tudo se pode esconder...é as pessoas desvalorizarem a inteligência das outras...é as pessoas não quererem saber que nem todos nos regemos pela mesma batuta de comportamentos...é as pessoas não perceberem que o melhor jogo é aquele que se joga limpo...é as pessoas viverem a pensar que ninguém é verdadeiro na sua essência...é as pessoas esconderem-se por trás de argumentos tristes e de palavras conjugadas ao sabor de uma raiva que é delas mesmas...é as pessoas acharem que todas as outras são piores do que elas...é as pessoas não terem a coragem para admitir o que fazem e também o que não fazem...é as pessoas acharem que são o centro da vida das outras e que tudo gira à sua volta...é as pessoas pensarem que não há fumo sem fogo, nem duas sem três...é as pessoas acreditarem que estão no pleno direito de serem sempre donas e senhoras da razão...é as pessoas darem a volta ao prego, tentado assim pôr-se a salvo, nem que seja para se sentirem mais e melhores...é as pessoas partirem de pressupostos errados para tomarem decisões também elas erradas...é as pessoas serem cegas, mas tão tremendamente cegas, ao ponto de magoarem quem mais lhes quer bem!”

 

(Autor desconhecido)

 

 

O problema, no fundo no fundo, não está nos outros...está em nós mesmos, que aceitamos pacificamente, que concordamos e retribuímos com o silêncio, toleramos e compactuamos com atitudes e situações que nos magoam apenas e apenas a nós mesmos!

ESTRATÉGIA OU MÁ GESTÃO?

Junho 12, 2013

Sem voltar atrás...

 

Já referi algumas vezes por aqui, que represento uma instituição centenária, que muito me orgulho daquilo que a mesma representa, que acredito na causa e que “visto a camisola”! Sou patriota na forma mais literal da palavra, choro ao ouvir o nosso hino, e sinto um arrepio na pele a cada hastear da nossa bandeira! Mas isto é como a religião, uma coisa é ter a minha crença, e acreditar que existe qualquer coisa grandiosa e mística que foge à minha compreensão, outra coisa completamente diferente é acreditar na igreja e nas palavras proferidas pelo clero! O mesmo se passa quanto ao meu ganha-pão! A maioria não acredita na causa, os interesses pessoais e políticos são colocados acima de tudo e qualquer coisa, a forma de estar é a “politicamente correta”, a forma de falar é a que todos esperam que seja, não querem saber dos problemas, das dificuldades ou das frustrações de cada um de nós! O peso e o brilho daquilo que têm nos ombros, ofuscam-lhes a sensatez e a sensibilidade...é mais fácil dizer ”façam porque eu mando”, do que meter a mão na massa e ajudar os que mais precisam...enfim, não vou divagar muito mais, porque a maioria não está por dentro do assunto e a intenção deste post é outra!

Tudo o que nos é pedido para ser poupado durante o ano inteiro, é depois em contradição, “desdito” no final de cada ano, e isto é simples de ver porquê! “Pessoal, poupem, apertem o cinto, não gastem, não peçam porque não há dinheiro”, só que afinal, o dinheiro existia sim, e tudo o que foi poupado ao longo de um ano inteiro, tem que ser obrigatoriamente gasto no final desse mesmo ano, porque a verba tem que ser justificada, e se não foi gasta, então terá que ser devolvida, ou pior ainda, receber menos verba no ano seguinte! Estão a perceber a ideia? No final do ano de 2012, foi vê-los a acartar mobiliário novo para os quartos do edifício, foi equipar as salas de estar com LCD’s, foi equipamento novo para as viaturas, até se deram ao luxo de comprar Tablet’s para os senhores que mandam e comandam, mas a minha indignação vai muito mais além, qual não é o meu espanto quando hoje de manhã as senhoras da limpeza me dizem que já não há em armazém papel higiénico nem toalhas de papel para as mãos! “COMO ?” Vim ver o que se passava e a realidade é triste...a verdade é essa mesma, o papel foi pedido, mas da secção de logística a resposta foi: “Não há dinheiro para isso, poupem esse que ainda têm e quando acabar, acabou...tragam de casa!” Vêm a disparidade das coisas? É isto que me indigna e que alimenta dia-após-dia a minha revolta! Vou ter que trazer um rolo de papel de casa, isto é se quiser limpar o “realejo”! E assim vai esta minha grande casa...

O beijo...a que sabe?

Junho 07, 2013

Sem voltar atrás...

 

Ter lido o post O Beijo: A que sabe o beijo?  http://ocupadissima.blogs.sapo.pt/, deixou-me a pensar...e a conclusão a que chego é que o beijo sabe a Amor, a Carinho, a Amizade, a Paixão, a Tesão, e a um sem fim de sensações e de emoções!

Melhor ainda, são grátis (em tempos de crise, convém relembrar) e fazem bem à saúde. Se hoje estão decididas a sair do trabalho e ir beijar como se não houvesse amanhã (o que eu recomendo vivamente), leiam aqui dez curiosidades que circulam na web sobre o beijo. {#emotions_dlg.blink}

 

"Dez curiosidades

1 - Os beijos na boca previnem cáries e placa bacteriana, porque estimulam a produção de saliva. E isso mantêm os dentes limpos e ajudam a controlar a acidez da boca.

2 - Nos beijos apaixonados as batidas do coração sobem, em média, de 70 para 150 por minuto. O coração acaba por bombear 1 litro de sangue a mais do que o normal pois as células pedem mais oxigénio para trabalhar.

3- O aparelho circulatório e também o digestivo só têm a ganhar com uns bons beijos na boca, havendo também uma redução de casos de insónia e de dores de cabeça nas vidas dos mais beijoqueiros.

4 - Um casal tailandês arrecadou este ano o prémio do Guinness para o beijo mais longo de sempre, com a duração de 46 horas e 24 minutos... sem adormecer a meio! Eu cá não sei se conseguia...

5 - Levantar pesos no ginásio? Naaa... fique a saber que cada vez que beija alguém está a movimentar 29 músculos (12 dos lábios e 17 da língua).

6 - Desde os mais maternais aos mais apaixonados, uma pessoa troca, em média, 24 mil beijos ao longo de sua vida (ok, o Zezé Camarinha deve ter uma média diferente... cada caso é um caso!)

7 - Um beijo pode repassar 250 vírus e bactérias diferentes...  quanto a mim, tou nem aí! "Quando morrer vou deitada".

8 - Quando se beija alguém, os resíduos de saliva alheia permanecem na nossa boca durante três dias... nada que bochechar com elixir não resolva, diria eu.

9 - Um beijo apaixonado pode significar a aplicação de uma pressão de 12 quilos sobre os lábios. Já um beijo carinhoso dado num bebé pode ser pesado apenas em gramas.

10 - Um estudo levado a cabo pela Universidade de Princeton, em 1997, concluiu que parte do nosso cérebro está preparada para nos ajudar a encontrar os lábios dos nossos "mais que tudo" no escuro... talvez seja por isso que os beijinhos no escurinho do cinema (e não só) sabem sempre tão bem."

Baby you're the one!

Junho 04, 2013

Sem voltar atrás...

BABE: “Sabes aquela sensação de acordar ao lado da pessoa que amas e sentires que cada vez estás mais apaixonado?”

EU: “Ainda te sentes apaixonado babe?”

BABE: “Sim...sinto!”

EU: “Eu também mor..." (abraço forte e suspiro profundo)

 

 

 

Foi este o meu/nosso acordar na manhã de sábado. É incrível a capacidade que o babe tem de me surpreender, quando eu acho que já conheço o seu direito e o seu avesso, lá vem mais uma manifestação de Amor, de carinho, de amizade...é...é por tudo isto que eu me sinto como nunca me senti, porque a minha vida desde que conheci o babe, faz todo o sentido!

Este fim semana rumámos até ao Porto para assistir à 1ª comunhão da “A”, a sobrinha mais velha do babe, e é fascinante a forma como as pessoas no norte do país vivem este tipo de celebrações. Eu não fiz catequese, embora tenha sido batizada com poucos meses de vida, nunca me foi incutido as “idas” à igreja ou à catequese, assim sendo, nunca dei valor a este tipo de celebrações. No norte, as coisas são vividas de uma forma muito mais intensa, todos os preparativos, desde a escolha rigorosa do que se veste, à forma elaborada como se penteiam, a tudo é dado uma importância que não é comum mais para sul!

Mas o propósito deste post é o babe e estou a divagar demasiado! Eu levei uma roupita simples, e o babe levou uma camisa azul de manga curta com as calças de um fato, sem casaco sem nada...mas, é aqui que entra toda a minha admiração! O babe é um homem com perto de 1,90 de altura, com umas medidas de ombros e com uma postura que dão nas vistas! Não é por ser o meu babe, mas é verdade verdadinha isto que vos digo...dentro daquela roupa, sempre de costas muito direitas e com um leve sorriso nos lábios, não passou despercebido à maioria das mulheres, sim, porque eu sou uma mulher que conhece muitas mulheres, logo, sei ver quando olhamos um homem com admiração! Pois bem, comigo aconteceu o mesmo ao olhar para o meu próprio babe...olhava para ele de alto a baixo e pensava: “Que bonito é o meu homem...que bonito que tu estás babe!”, pelo meio, ia sentindo o olhar de algumas das mulheres presentes...e sentia a maior das admirações por ter ao meu lado o homem mais bonito de todos os presentes! Eu sou uma “meia-leca”, tenho 1,60 de altura, peso 50Kg, visto de um 34 de calça e de soutien, sou uma mulher que não gosto de dar nas vistas, e na maioria das ocasiões consigo mesmo passar despercebida, mas no domingo, ahhhh meninas, no domingo andei todo o dia 2 palmos acima das nuvens, sentia que era grande e linda ao lado do babe, era olhada também com admiração, afinal de contas aquele que me abraçava era o meu homem, aquele que quando sorri, não sorri apenas a boca, sorri os olhos, todo ele sorri! Pronto, tudo isto para vos dizer que sou uma mulher feliz, e toda a responsabilidade é do babe!

 

 

Pág. 2/2

Contagem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D