Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

DESAFIO

Fevereiro 28, 2013

Sem voltar atrás...

Ora então... a http://ocupadissima.blogs.sapo.pt/ passou-me este desafio, e apesar de não simpatizar muito com este tipo de coisas, desta vez alinho! O desafio é escrever 7 coisas aleatórias sobre mim e passar a outros 15 blogs, que eu confesso não o ierei fazer, mas abaixo indico as 7 coisas que mais vincadas tenho na minha personalidade...siga!

 

- Sou por natureza bem disposta!

- Sou refilona e tenho a lingua sempre afiada!

- Adoro o calor, mas é o frio que me encanta!

- Não gosto de tomar as refeições sozinha.

- Detesto a solidão!

- Adoro comer morangos!

- Abomino a mentira!

 

E prontos...tá feito. {#emotions_dlg.sarcastic}

QUEM ESPERA DESESPERA... (Parte II)

Fevereiro 25, 2013

Sem voltar atrás...

..."é babe, amanhã vou estar lá para ti e sentir-me mais uma vez a pessoa mais impotente do mundo, por não te poder aliviar nem um bocadinho"... {#emotions_dlg.nostalgic}

 

 

“Se tu vens às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz!“

Antoine de Saint-Exupéry em “O pequeno príncipe.”

SEXO - É bom e faz bem à saúde!

Fevereiro 22, 2013

Sem voltar atrás...

"O sexo faz parte da natureza. Eu só sigo a natureza."


Marilyn Monroe

 

 

"Sexo é bom, ponto final. Parágrafo.

É fome, nutriente da vida, é um click feroz, disparo fulminante que atordoa a mente e desperta os sentidos. É a física aliada à química, disciplina eterna, a mais pura e gritante consagração dos corpos. É, assim e legitimamente, um dos caminhos mais diretos e uma das ferramentas mais indispensáveis para o ser humano conseguir inebriar os pensamentos e potenciar as sensações(…)

Nós somos aquilo que sentimos, ponto final. Parágrafo.

Somos cada sensação e o sexo é, literalmente, um “Império dos Sentidos”. Nele temos uma visão privilegiada sobre o que é a entrega e a confiança, a possibilidade de agarrar o que não é nosso como se o fosse, de provar a que sabe a mistura das peles e a troca das salivas, de respirar o cheiro do tesão e de nos deliciarmos com o som do prazer. Quando estamos dentro do sexo, somos mais, somos quem verdadeiramente somos, somos perfeitos porque o momento que criámos é, também ele, perfeito. (…)

A paixão é o maior trunfo do homem, ponto final. Parágrafo.

(…) A paixão é a ponte para regressarmos a nós após a tempestade da mente. É a bonança e o sexo, desde que desejado e nem me passa pela cabeça que alguém o faça por obrigação ou dever, anda sempre de mão dada com ela. Juntos, são verdadeiros catalisadores para a felicidade. É caso para dizer, e que me perdoe o excelentíssimo e inspirador António Gedeão, que sempre que o ser humano sente, “o mundo pula e avança”.

Nós somos um orgasmo, ponto final. Parágrafo.

Sejam felizes"

http://gustavosantosescritor.blogspot.pt/

 

...o nosso Amor por entre os dedos...

Fevereiro 22, 2013

Sem voltar atrás...

(...)O amor puro não é um meio, não é um fim, não é um princípio, não é um destino. O amor puro é uma condição(...) O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma(...) Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre. Ama-se alguém. Por muito longe, por muito difícil, por muito desesperadamente. O coração guarda o que se nos escapa das mãos(...)

 

(MIGUEL ESTEVES CARDOSO)

 

 

 "Eu costumava pensar que me arderiam os olhos queimados pelas lágrimas...acreditava que o tempo não curava coisa nenhuma, mas que aprofundava feridas já de si apocalípticas. Costumava acreditar que a vontade de manter a cabeça fora de água não me bastava, nem nunca poderia ser o gatilho para a salvação. Costumava ceder perante as adversidades, render-me às evidências, acatar e aceitar o que cruzava o meu caminho, que tantas vezes me fazia tropeçar...acreditei no destino, por muito que eu caminhasse apoiada no vazio, o destino havia de se encarregar de por tudo no seu devido lugar (e no fundo, pôs mesmo), que as quedas, um dia deixariam de ser sem rede...acreditei que não valeria a pena lutar contra marés mais poderosas do que eu, que era apenas um corpo sobre a terra, uma vida e pouco mais.
Depois vieste tu...poderia escrever mil coisas acerca da tarde em que nos cruzámos, a noite fria em que não sentimos frio nos ossos. As palavras e os gestos a embalar-nos as preces, a vida a correr devagar e nós parados no tempo...deixámos que a paixão nos invadisse, não erguemos barricadas, não organizámos defesas! Demos uso aos dias que nos foram oferecidos, aproveitámos o tempo para perceber o que era isto de amar alguém além de nós mesmos...e assim temos vindo a construir a vida, a nossa vida...acatámos todos os sorrisos acreditando que eram sinal de amor. E foram...e são...e desejo que continuem a ser!

(Ohhh babe, sim...és a minha medida e eu...fui feita p’ra ti!)

Com Amor, a tua babe."

 

Opá...deixem as pessoas divertirem-se!

Fevereiro 21, 2013

Sem voltar atrás...

Um casal de idosos foi preso na última terça-feira em Sonora, no estado da Califórnia (EUA), após serem apanhados em flagrante, a fazer sexo num veículo num estacionamento lotado de um restaurante.

Inicialmente, a polícia pensou que fosse algum casal de jovens que estivesse 'apimentando a relação', mas, quando os policias se aproximaram do veículo, encontraram Gary Wells, de 62 anos de idade, mantendo relações sexuais com Linda Titus, de 72.

 

http://noticias.orm.com.br/noticia.asp?id=631058&%7Ccasal+de+62+e+72+anos+e+preso+apos+ser+flagrado+fazendo+sexo+em+veiculo

 

 

...é caso para se dizer :"Deus tira-lhes a força, mas não lhes tira o pensamento!" (lol) {#emotions_dlg.happy}

NOTA MENTAL DE HOJE

Fevereiro 21, 2013

Sem voltar atrás...

"Quem não quer ser lobo, não lhe veste a pele!"

 

...que é quase o mesmo que dizer,quem não quer sofrer contrariedades, não se mete em perigos!

 

Amanhã tentarei ser um bocadinho melhor, prometo!

Fevereiro 20, 2013

Sem voltar atrás...

Tentar educar um filho e ser esposa ao mesmo tempo que se trabalha a 90km de casa e se perdem 3h apenas em transportes, se passam 12h fora do nosso cantinho, tentar ser boa naquilo que se faz, estar a par da situação do país...tentar educar um filho sem a ajuda dos avós que estão longe, sem a presença de tias ou madrinhas ou família alargada que hoje em dia está quase sempre afastada e também atarefada com a sua vidinha...tentar educar um filho sem a presença de baby-sitters ou empregadas, sem uma mulher-a-dias, trabalhar ao mesmo tempo que se tem uma casa para governar, para limpar e para arrumar, compras para fazer e comida para cozinhar! O que eu gostava no meio disto tudo? Ouvir o despertador tocar e poder dizer “só mais um bocadinho”...tentar fazer qualquer coisa gira no pouco tempo livre, pôr a miúda a fazer desporto, ir ao cinema, passar algum tempo com os amigos (mas até esses estão longe), passear (o que ainda é das poucas coisas que conseguimos fazer), com ou sem a piolha, praticar voluntariado numa qualquer instituição, ter algum tipo de atividade política ou cívica! O que mais me custa? É não conseguir! Viver em função do horário da escola, dos transportes, do horário de entrada no trabalho (por vezes tardia), o sair do “bules” quase sempre à pressa e a olhar para o relógio, porque o autocarro no Campo Grande não espera, e se falhar o das 17H30, a piolha é obrigada a dar mais uma volta na carrinha do colégio...quando o homem mais sortudo do mundo não está, é esta a minha rotina!

Diariamente, quando o babe está em casa, tenho que garantir que a roupa da piolha fica pronta para que de manhã seja só vesti-la, tenho que garantir que quando chego a casa, a comida está meio orientada, ou porque o babe dá uma preciosa ajuda, ou porque deixo tudo orientado na véspera, é, não quero estar para aqui a fazer-me de vítima, até porque eu tenho a vidinha que eu escolhi, e deixem-me que vos diga que sou muito feliz, mas isso não invalida tudo o que estou para aqui a escrever, certo? Se calhar eu devia tentar relaxar mais, mas eu sou assim, penso em tudo, chego a casa e não descanso, não posso estender-me no sofá e ficar em silêncio...a cozinha não se arruma sozinha, e a roupa não tem a capacidade de chegar ao estendal sem que eu lhe dê uma ajudinha! Fazer isto tudo sem gritar, sem reclamar, sem mostrar má cara...estar estafada e ainda assim sorrir-lhes, à piolha e ao babe, porque no final de cada dia, olho para eles e penso que merecem e porque de facto me fazem muito feliz.
Ser mãe e mulher trabalhadora, é mais ou menos isto, é prometer a nós mesmas que amanhã seremos melhores.
É, ser mãe e mulher, é a melhor coisa do mundo, mas também é isto. E não me venham cá dizer que não é preciso ser mãe e ter um marido para poder criticar e dizer como é que deveria ser. Tretas, tangas! Todas nós sonhámos em ser melhores mães e melhores mulheres do que aquilo que somos. Todas nós imaginámos como iriamos fazer, como seríamos mães e esposas perfeitas, quão maravilhosos seriam os nossos filhos e quão felizes se iriam sentir os nossos homens! Que respostas daríamos, quantas certezas teríamos, como manteríamos a calma e dominaríamos a situação, como seríamos encantadoras, como manteríamos o cabelo e as unhas sempre perfeitas, que teríamos tempo para fazer coisas divertidas, e os nossos filhos tão queridos, tão educados, tão inteligentes. Todas nós, não me venham cá com merdas, idealizámos assim a nossa vida, mas depois...depois, a vida de todos os dias troca-nos as voltas. São poucas as que conseguem trocar as voltas à vida (conheço uma ou duas). Mas são muitas as excelentes mães e esposas que eu conheço, apesar de tudo.
Sim, lamento informar os mais sépticos, mas é preciso mesmo passar por isto para saber e para poder falar, caso contrário correm o risco de falar sem saberem aquilo que dizem!

 

Ainda a propósito do dia dos namorados...

Fevereiro 18, 2013

Sem voltar atrás...

Aqui à uns tempos publiquei uma frase que retirei dum blog que eu "cusco" diáriamente...referi que o Sr é homosexual assumidíssimo (embora não seja isso que faz dele um excelente escritor) e que me partia todinha a ler as coisas que ele por lá escreve, pois bem, com relação ao dia dos namorados, o tipo, finalizou desta forma (que eu não posso deixar de publicar aqui) o post dedicado ao dia dos namorados...

 

"O Dia dos Namorados resolve-se pela calada da noite com um laçarote na pila!"

 

 

...e prontos, dito isto...palavras p'ra quê? {#emotions_dlg.tongue}

Pág. 1/2

Contagem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D