Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

Corte e costura...

Vivo no presente, o passado está lá atrás, e é lá que pretendo que ele permaneça...o futuro virá e aqui estou eu de braços bem abertos e com um largo sorriso no rosto, ansiosamente à espera de o receber!

TENHO UM GATO E ADORO!

Agosto 07, 2012

Sem voltar atrás...

Se há momentos em que o meu Zippy me deixa os nervos em franja, outros há em que fico completamente deliciada a olhar para as suas traquinices! Este bicho tem uma atração natural por torneiras a deitar água, esteja em que parte da casa for, assim que se abre uma torneira, aí vai ele a correr e a saltar em busca do ruído divino! Ontem foi o que as fotos em baixo mostram...não resisti a deixar a torneira aberta por alguns instantes...só para o ver tão contente a brincar com o fio de água que corria...as imagens dizem tudo! Depois, lá fui eu feita mãezinha secar-lhe as patitas e as orelhas que estavam encharcadas! Este é o Zippy no seu melhor...é o meu gato preto e eu adoro-o!

 

 

 

 

 

 

 

"PRINCIPIO DE PETER"

Agosto 03, 2012

Sem voltar atrás...

Nunca um principio ou uma lógica, assentou tão bem nesta grande instituição que represento...e mais não digo...

 

 

"O Princípio de Peter identifica a situação comum com que todos os funcionários têm que lidar mais cedo ou mais tarde. Enuncia que "Numa Hierarquia Todo o Empregado Tende a Ser Promovido até ao seu Nível máximo de Incompetência". Este problema é especialmente difícil de resolver em empresas ou instituições organizadas ou inseridas dentro de uma cadeia de comando.

A incompetência é o factor determinante do Princípio de Peter."

COM UM BRILHOZINHO NOS OLHOS.

Agosto 03, 2012

Sem voltar atrás...

 

"Com um brilhozinho nos olhos
e a saia rodada
escancaraste a porta do bar
trazias o cabelo aos ombros
passeando de cá,  para lá
como as ondas do mar...
Conheço tão bem esses olhos
e nunca me enganam,
o que é que aconteceu, diz lá
é que hoje fiz um amigo
e coisa mais preciosa
no mundo não há...

Com um brilhozinho nos olhos
metemos o carro
muito à frente, muito à frente dos bois...
ou seja, fizemos promessas
trocamos retratos
trocamos projetos os dois...
trocamos de roupa, trocamos de corpo,
trocamos de beijos, tão bom, é tão bom...
e com um brilhozinho nos olhos
tocamos guitarra
p'lo menos a julgar pelo som...

E que é que foi que ele disse?
E que é que foi que ele disse?
Hoje soube-me a pouco...

Hoje soube-me a pouco...

passa aí mais um bocadinho
que estou quase a ficar louco...
Hoje soube-me a tanto...

Hoje soube-me a tanto...
portanto,
Hoje soube-me a pouco...

Com um brilhozinho nos olhos
corremos os estores
pusemos a rádio no "on"...
acendemos a já costumeira
velinha de igreja
pusemos no "off" o telefone...
e olha, não dá p'ra contar
mas sei que tu sabes
daquilo que sabes que eu sei...
e com um brilhozinho nos olhos
ficamos parados
depois do que não te contei...

Com um brilhozinho nos olhos
dissemos, sei lá
o que nos passou pelo goto...
do estilo és o "number one"
dou-te vinte valores
és um treze no totobola...
e às duas por três
bebemos um copo
fizemos o quatro e pintámos o sete...
e com um brilhozinho nos olhos
ficamos imóveis
a dar uma de "tête a tête"...

E com um brilhozinho nos olhos
tentamos saber
para lá do que muito se amou...
quem éramos nós
quem queríamos ser
e quais as esperanças
que a vida roubou...
e olhei-o de longe
e mirei-o de perto
que quem não vê caras
não vê corações...
com um brilhozinho nos olhos
guardei um amigo
que é coisa que vale milhões..."

 

(SÉRGIO GODINHO)

Doces memórias.

Agosto 02, 2012

Sem voltar atrás...

 

Conversa entre a pequena “M” e a Super mana, a propósito de dar a uma senhora amiga (que tem o mesmo nome que a nossa amiga C falecida) um garrafão com tampinhas plásticas...

 

Pequena M: "Tia, para que são estas tampinhas às cores?"

Super Mana: "São para a avó levar para V. Nova Milfontes"...

Pequena M: "Ahnnnn...eu já vi lá em Milfontes uma senhora com muitas tampinhas dessas"...

Super Mana: "Pois viste, é a Dª C que entrega num sítio para ajudar uns meninos"...

Pequena M: "Pois...olha tia, tu sabes que a C morreu?"

Super Mana: "Quem? A Dª C morreu?"

Pequena M: "Não tia...a C do R (nome do namorado da C por altura da sua morte ao qual a pequena M associa sempre que se fala da C .)

Super Mana: "Pois morreu querida, a C agora está no céu perto dos anjinhos"...

Pequena M: "Eu sei tia...olha e tu sabes que ela não me quis ver crescer?"

Super Mana: (Por esta altura já a Super mana não sabia muito bem o que dizer) "Oh querida, mas a C lá do céu continua a olhar para ti e vê-te crescer na mesma"...

Pequena M: "Pois tá bem...mas ela não me quis ver crescer...(segundos em silêncio de testa franzida) olha tia, sabias que ela me chamava engraxadora?"

Super Mana: (Quase sem pinga de sangue)..."sim...e sabias que ela era muito tua amiga e amiga da mamã? E que gostava muito de voçês?"

Pequena M: "Sim sabia...e eu também era amiga dela e também gostava muito dela"...

 

Dito isto, virou costas e foi brincar sem mais convers! A Super Mana ficou impávida e serena sem conseguir perceber como foi possível uma conversa que teve início com tampinhas coloridas, dar origem às memórias que ela guarda da C!

(A C faleceu á sensivelmente 2 anos, a pequena M completou 5 anos em Março.)

 

A magia dos 12 anos!

Agosto 01, 2012

Sem voltar atrás...

 

“...tinhas acabado de nascer quando a enfermeira te trouxe para eu e o teu pai te vermos...trazias na cabecita uma toca branca e o que mais saltava à vista no teu rosto, eram os teus olhitos muito abertos, como que a querer observar tudo ao teu redor! Tinhas pouco mais de 36 semanas de gestação, quando te lembraste que era a hora de nascer! Estavam os teus pais e o mano de férias por terras Alentejanas, quando perto da meia-noite a tua mãe sentiu o rebentar das águas...rumo a Almada a uma velocidade louca, na esperança que não nascesses pelo caminho...e foi assim que perto das 5H30 da manhã, a tua mãe entrou no hospital, para que meia hora depois estivesses cá fora, perfeita e saudável! Se quando o teu irmão nasceu (tinha eu 16 anos) senti um bocadinho da maternidade a chamar por mim, nem te conto o que senti quando te vi a primeira vez...e posso estar enganada, mas desconfio que a nossa primeira troca de olhares, influenciou a amizade e cumplicidade que temos hoje! À medida que foste crescendo, foram ficando mais fortes os nossos laços, e se houve e continua a haver ocasiões em que dizem que és difícil de lidar e tens mau feitio, eu salto de onde estiver para dizer que tu apenas tens personalidade e que és tal e qual como a Tia (eu)!  Hoje completas 12 anos...tás uma menina/moça linda de se ver...mais alta que eu (também não é preciso muito), vestes 2 números acima de mim...enfim, na tua idade eu ainda me vestia e calçava na secção de criança, tu já estás muito à frente! Nada do que te conto aqui é novidade para ti, apenas não poderia deixar passar em branco o dia que hoje passa, sem o tornar publico aqui na blogosfera! És linda, és forte e corajosa, audaz e perspicaz, teimosa e persistente, por vezes antipática e azeda, calada mas atenta...és tu própria no teu melhor! Mantém-te fiel a tudo o que te caracteriza, não permitas que ninguém te atire ao chão e se o fizérem, ensina-lhes como levantar, não condenes a mãe e o pai pelas atitudes menos permissivas, os tempos são complicados e o clima de insegurança espreita a cada canto, sê compreensiva se possível! No que toca à minha pessoa...sou tua tia, tua mãe, pai, mano, amiga, confidente, companheira e tudo o mais que precisares, estarei sempre a teu lado, junto a ti, mas prometo deixar-te respirar sem te sufocar...hoje e sempre! Feliz aniversário!” {#emotions_dlg.gift}

Com amor: Tia “S”

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub