Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Fragilidade...

 

"Talvez pudesse o tempo parar, quando tudo em nós se precipita,

quando a vida nos desgarra os sentidos e não espera, ai quem dera…

Houvesse um canto para se ficar, longe da guerra feroz que nos domina,

Se o Amor fosse como um lugar a salvo, sem medos, sem fragilidades…

Tão bom, pudesse o tempo parar, e voltar-se a preencher o vazio,

É tão duro aprender que na vida, nada se repete, nada se promete…

É tudo tão fugaz e tão breve!

Tão bom pudesse o tempo parar, e encharcar-me de azul e de longe,

Acalmar a raiva aflita da vertigem, sentir o teu braço e poder ficar…

E é tudo tão fugaz e tão breve, como os reflexos da lua no rio,

Tudo aquilo que se agarra e já fugiu…

É tudo tão fugaz e tão breve…"

 

 

(Mafalda Veiga)

 

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 13:36

link do post | Falem... | favorito
|

.Eu vivo... Sinceramente eu vivo! Quem sou eu? Bem, isso já é pedir demais...

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Portas abertas...

. Vidas em suspenso...

. Manuel de sobrevivência p...

. Francamente cansada...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. Em contagem decrescente.....

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. FILHOS DA MADRUGADA

. Momento zen do dia...

.Sinais do tempo...

. Junho 2017

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Abril 2016

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.Contagem