Sexta-feira, 1 de Junho de 2012

As marcas do passado!

No dia que hoje passa, e olhando um pouco para o que ficou para trás, todos tivemos uma infância, todos nos lembramos em particular de um ou outro momento mais marcante, eu, guardo na minha memória um sem fim de histórias que espero nunca esquecer até ao fim dos meus dias! Existe um momento em particular que me marcou até hoje…a morte da minha avó materna…não só a partida dela, mas tudo o que envolveu aqueles dias, e todas as imagens, cada vez que penso no assunto, passam-me à frente dos olhos, tal e qual um filme…em sequência. Eu tinha praticamente acabado de fazer os 5 anos, mas a memória, essa, estará cá para sempre. A Super mãe, ainda hoje diz que durante muito tempo, durante anos, eu me recusei a falar da avó, hoje eu sei o porquê…porque quando ela faleceu, eu percebi tudo o que estava a acontecer, o corrupio lá em casa dos tios e da restante família, o entra e sai dos vizinhos lá de casa, o choro da Super mãe, o sofá onde a avó tinha estado sentada e que o Super pai me disse na altura que eu não podia sentar-me lá porque estava sujo…enfim…recordo-me de pensar que eu tinha ficado sem a avó querida…sem a avó “Té” como eu lhe chamava, e mais, recordo-me de pensar o porquê de ninguém me contar a verdade, de ninguém me dizer que ela tinha partido, porque afinal de contas eu já sabia o que tinha acontecido! Eu tinha apenas 5 anos, e só precisava que alguém falasse comigo acerca da situação que estávamos a viver…mas não…ninguém o fez, e eu, escondi-me atrás do sofá onde ela tinha estado sentada e chorei…chorei muito…de dor de a ter perdido e de solidão…foi a primeira vez que me senti sozinha…aos 5 anos! A partir daí, sempre que a Super mãe ou a Super mana tentavam que eu falasse da avó, eu lembro-me que me recusava, por um simples motivo, se não falaram comigo naquele dia, então naquela altura, era eu que não queria falar…e assim vivi até perto dos meus 12 ou 13 anos, altura em que consegui começar a falar dela e das memórias que eu guardava! Talvez o facto de ninguém ter falado comigo naquela altura, tenha feito com que eu não tenha recordações entre os 5 e os 12 anos, à exceção da entrada para a escola. Hoje sou uma mulher, sou mãe, e quando olho para a pequena “M” agora com essa idade, vejo um bocadinho de mim na sua imagem, e volta e meia, regresso aos 5 anos e recordo tudo outra vez! Este foi o momento que mais me marcou, tirando isso, tive uma infância igual à de tantas crianças…não tive playstation, nem consolas, nem computadores, mas tive joelhos esfolados à conta das quedas (marcas que ainda hoje estão gravadas na pele), de tanto correr e saltar, joguei ao elástico, às escondidas, à apanhada…e sabem que mais? Tive uma infância muito feliz, e tudo o que desejo para todas as crianças do mundo, é que possam viver tudo o que é próprio da infância! FELIZ DIA DA CRIANÇA!

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 13:30

link do post | Falem... | favorito
|
2 comentários:
De luadoceu a 1 de Junho de 2012 às 14:59
fico muito feliz por ti
espero que este dia tal como os demais seja vivido com felicidade e sobretudo saúde
beijinhos a ti e tua menina~
tudo de bom
De momentosdisparatados a 1 de Junho de 2012 às 18:02
As imagens que guardo da infância , não são maravilhosas. Isto apesar de ter uns pais maravilhosos.
Tinha uma vida boa, mas não conseguia usufruir plenamente porque a grande maioria das minhas amigas eram pobres. Não tinham brinquedos, não tinham roupas bonitas, não tinham horários para nada, podiam brincar na rua até quererem...sentia-me "uma ave rara".
Mas a maior marca foi precisamente a morte da minha avó. Doeu tanto.
Beijinho

Comentar post

.Eu vivo... Sinceramente eu vivo! Quem sou eu? Bem, isso já é pedir demais...

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Portas abertas...

. Vidas em suspenso...

. Manuel de sobrevivência p...

. Francamente cansada...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. Em contagem decrescente.....

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. FILHOS DA MADRUGADA

. Momento zen do dia...

.Sinais do tempo...

. Junho 2017

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Abril 2016

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.Contagem