Quinta-feira, 22 de Agosto de 2013

NOTA MENTAL DE HOJE

...nada mais acertado!

 

 

 

 

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 14:11

link do post | Falem... | ver comentários (4) | favorito
|

Estou muito mais descansada!

Então não é que um estudo alemão confirmou que vale a pena ter mau feitio?! Sabem porquê?! Porque ao que consta pode aumentar em dois anos a esperança média de vida

Em declarações ao Daily Mail, Marcus Mund explica que essas pessoas distinguem-se pela forma como tentam esconder os sinais exteriores de medo, e pelo seu comportamento de defesa. Evitam riscos e procuram sempre ter controlo sobre si e no ambiente envolvente”. (fonte: iol)

Posto isto, estou muito mais descansada por poder viver mais dois aninhos... {#emotions_dlg.sarcastic}

 

publicado por Sem voltar atrás... às 12:11

link do post | Falem... | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Agosto de 2013

É preciso ter coragem!

(...) quando a gente gosta é claro que a gente cuida (...)

(Caetano Veloso)

 

 

Ao longo da nossa vida vamos lidando com várias pessoas. É o chamado processo natural para o nosso crescimento enquanto ser humano. Temos a família, os amigos, os melhores amigos, os conhecidos, os colegas, as más companhias, etc. Confiar é um requisito básico para os relacionamentos sejam eles de que origem for.
A minha experiência nesta vida diz-me que devemos estar alerta, devemos ser prudentes quanto ao grau e nível de confiança que atribuímos a alguém. As pessoas aparecem no nosso caminho, na nossa estrada, com um propósito, e quando a determinada altura, a confiança é quebrada, o melhor que temos a fazer é tirar partido da desilusão. Como? Fazendo da dor e do sofrimento mais uma lição de vida! É difícil voltar a confiar em alguém que já nos magoou, mas se pensarmos bem, também nós próprios em alguma fase da nossa vida magoámos e provocámos dor e desilusão em alguém, estou certa? De qualquer das formas é evidente que para voltar a confiar é precisa coragem…e não só, é preciso ter força e fé! Há coisas que por muito que o tempo passe, jamais mudarão, por exemplo a facilidade de confiar em alguém. Eu diria que confio e volto a confiar mesmo depois de desiludida, e porquê? Porque quero, porque preciso e porque prefiro mil vezes voltar a ser magoada por excesso de confiança, do que não confiar em ninguém! No entanto isso não significa que eu seja “mole” ou inerte, estou mais atenta aos sinais, aos detalhes, e sinto-me completamente capaz de voltar a confiar, mas...desconfiando! É isso tudo meninas, eu confio desconfiando e não há nada que se possa fazer quanto a isso! As pessoas que me magoaram e me desiludiram, ensinaram-me a ser assim e a ter esta postura! Ainda bem que a nossa mente diminui a gravidade das coisas, esquece as maiores dores e minimiza os danos no nosso coração e na nossa mente! Se assim não fosse, as pessoas desistiriam de se relacionar. Quanto a mim, continuo a acreditar que é possível voltar a confiar, por mais tortuosos que sejam os caminhos da confiança! Vivam e sejam felizes! Não permitam que a vida vos passe ao lado e lembrem-se, confiar desconfiando!

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 15:06

link do post | Falem... | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Agosto de 2013

O antes e o depois...

É difícil mudar. É difícil aceitar mudanças nas vidas a que nos habituámos. É como se nos tirassem da nossa zona e do nosso espaço de conforto, aos quais já tínhamos criado rotinas. Passamos a ter novas metas: incertas, desconhecidas, diferentes. E de alguma forma, isso causa-nos incómodo e desinquietação, pois dá-nos a sensação de que não conhecemos a nossa própria vida, que nos estamos a perder em nós próprios, no nosso próprio caminho. É ter a sensação de que está tudo fora do nosso controlo, de que estamos a descarrilar de alguma forma. Tudo à nossa volta muda, e de repente já não há volta a dar, ou mesmo que haja, será ainda mais difícil recuar, porém não impossível! Olhamos para o que temos e tudo parece irreconhecível, e não há nada que possamos fazer, porque a tomada de posição foi nossa e foi feita em consciência. Ficamos presos, paralisados, enquanto o futuro nos encara de frente. E a última coisa que temos, é 100% de certeza de que o que vemos diante de nós, foi o que nós sempre desejámos! É muito difícil mudar, não tenham ilusões, principalmente quando já nos desprendemos do que havia anteriormente. É difícil aceitar que nada voltará a ser como antes, nunca mais. Ficamos com medo, receosos, inseguros, mas é inevitável. Mais cedo ou mais tarde, tudo muda, mesmo que não exista intervenção directa da nossa parte. Para melhor ou pior, tudo muda. E nós temos que ser capazes de desistir de tudo o que tínhamos, de aceitar que o tempo passa e o que presente fica no passado. Temos que saber ser crescidos e mudar ao ritmo da vida, dançar ao passo dos acontecimentos. Sendo fiéis a nós mesmos, acreditando sempre nos nossos princípios, e mantendo-nos eternamente colados aos nossos valores, temos que saber mudar também. Crescer. Evoluir enquanto pessoas, enquanto parceiros, enquanto humanos. E num respirar fundo, aceitar com serenidade o que o fututo, o que o destino nos oferece! E quando aprendemos a ver as diferenças entre as nossas convicções e aquilo em que realmente se tornou a nossa vida, quando reconhecemos que não podemos controlar tudo, e adquirimos a capacidade de aceitar, vamos percebendo a pouco e pouco, que estamos exactamente onde devíamos estar e que somos exactamente quem deveríamos ser. Percebemos que os medos que temos fazem parte, e que com a experiência, adquirimos a capacidade de ver que eles vão continuar lá, sempre, mas cada vez mais pequeninos, mais controlados, menos donos de nós...ou então não, o medo faz de nós prisioneiros e torna-nos reféns de nós mesmos e de tudo em que sempre acreditámos! E continuará a haver aqueles dias em que a saudade do passado aperta bem lá no fundo, mas com as cabeças erguidas e os corações abertos, saberemos soltar um sorriso ao recordá-lo, deixando que as lágrimas sejam de orgulho por tudo o que percorremos, que vencemos, que crescemos, mas principalmente por tudo o que somos e por tudo o que alcançamos, com mais ou com menos esforço e dedicação. E será sempre assim. Quer gostemos ou não, quer tenhamos a sensação de que um pedaço de nós nos é arrancado com cada mudança que sofremos, com cada desilusão com que nos deparamos, com cada ajuste que somos obrigados a fazer...será sempre assim...resta-nos manter a cabeça à superfície, e mesmo que sintamos uma dor que nos corta as entranhas, é preciso continuar a respirar!

 

 

 

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 11:25

link do post | Falem... | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Agosto de 2013

NOTA MENTAL DE HOJE

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 12:37

link do post | Falem... | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Agosto de 2013

A tua, a minha, a nossa LUTA!

...hoje já chorei, já senti o meu coração bater descompassado, já roguei pragas, já olhei para o céu e perguntei "porquê?", a frustração tomou uma dimensão maior, e a tristeza invadio o meu coração e a minha alma! Há dias assim, e não há nada que eu/nós possamos fazer, pelo menos por agora! Não consigo escrever mais...as lágrimas estão a voltar e eu tenho que parar de escrever...pelo menos por agora...mas prometo voltar!

 

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 12:12

link do post | Falem... | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Agosto de 2013

PALAVRAS P'RA QUÊ?

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 09:59

link do post | Falem... | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Agosto de 2013

NOTA MENTAL DE HOJE

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 15:00

link do post | Falem... | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Agosto de 2013

A magia do amor de Mãe!

O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho."
(Agatha Christie)

 

 

 

Faz no próximo sábado 15 dias que a pequena "M" foi de férias, e foi a primeira vez em 6 anos que estivemos tanto tempo longe uma da outra! Acho que apesar dela neste momento estar a dar sinais de saudades, para ela está a ser a maior das diversões! Primeiro esteve pelo Algarve, agora tem estado em casa da Super tia, e hoje regressa para os meus braços! Sabem aquela sensação que antecipa um acontecimento importante? Aquele nó no estômago que mais parece que tudo se revira dentro de nós? Pois bem...é assim que estou...a olhar para o relógio a cada 5 minutos e com o meu coração a bater descompassado de tanta que é a ansiedade! Espero que a tarde passe a correr, assim como é a correr que mais logo irei para casa...e logo...ahhhh logo é lambuzá-la de beijos que sei que ela vai limpar (risos), é mexer nos seus cabelitos, olhar-lhe bem dentro dos seus olhitos, e ter a profunda certeza que nada mais importa na vida!

 

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 14:59

link do post | Falem... | ver comentários (1) | favorito
|

NOTA MENTAL DE HOJE

"Antes de apontar o dedo a alguém, ter sempre presente que outros 3 estão a apontar para nós próprios!"

 

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 14:45

link do post | Falem... | favorito
|

.Eu vivo... Sinceramente eu vivo! Quem sou eu? Bem, isso já é pedir demais...

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Portas abertas...

. Vidas em suspenso...

. Manuel de sobrevivência p...

. Francamente cansada...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. Em contagem decrescente.....

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. FILHOS DA MADRUGADA

. Momento zen do dia...

.Sinais do tempo...

. Junho 2017

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Abril 2016

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.Contagem