Segunda-feira, 30 de Abril de 2012

Através da minha mão!

São este tipo de coisas, que a mim, me deixam as tripas completamente reviradas...não me vou pronunciar demasiado, vou apenas deixar aqui registado que eu sei bem o que faria neste caso! Não sou nenhuma justiceira, muito menos enviada de Deus ou do Diabo, mas seria através da minha mão que este monstro haveria de conhecer a justiça!

 

 

"Fotografa criança de seis anos nua !

 

 

Aproveitando o facto de a menina, de apenas seis anos, estar afastada dos pais, o predador sexual, de 65 anos, aliciou a criança, que estava na praia da Agudela, em Matosinhos, a ir consigo até a uma barraca na areia. O homem, que é contabilista do pai da menor, fechou-se com a criança naquele espaço e exigiu que retirasse o biquíni. Depois, fotografou-a despida. A mãe da criança surpreendeu o abusador em flagrante e vários banhistas, que se aperceberam do que se estava a passar, agrediram o abusador. O homem foi depois detido pela PJ do Porto. Foi a tribunal e saiu em liberdade, mas sujeito a apresentações na esquadra da polícia. Está proibido de contactar com a menor e sujeito ainda a outras medidas acessórias. No telemóvel do contabilista, a PJ encontrou várias fotografias da menor em poses de carácter sexual. Outras imagens de crianças estavam armazenadas no aparelho."

(Notícia publicada no Correio da Manhã de 30 de Abril 2012.)

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 16:27

link do post | Falem... | ver comentários (6) | favorito
|

Vi e recomendo!

Este filme retrata a história de um tetraplégico que contrata um ex-presidiário para seu assistente pessoal. A amizade surge entre estes dois seres, quando ninguém julgaria possível. Um drama com uma pitada de comédia pelo meio! Vale a pena assistir, "Amigos Improváveis", se tiverem oportunidade, não deixem de ver!

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 15:52

link do post | Falem... | favorito
|

All by myself...

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 12:04

link do post | Falem... | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Abril de 2012

Frescos? Fresquinhos!

EU GOSTO, QUERO E PRECISO!!!

 

Oh Deus...porque me fizés-te gira ao invés de rica?

 

Cortem-me os pulsos...eu sozinha não tenho coragem para isso!

Moda comigo? Bateram na porta errada só pode!

 

Assim não dá...assim não é possível...

 

Tou-me a sentir com tremuras...deve ser do efeito visual!

 

Palavras p'ra quê? Morri...

 

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 16:20

link do post | Falem... | favorito
|

MEA CULPA

 

Será errado pensar que “menos”, muitas vezes é “mais”? Será errado atribuir a coisas pequenas, uma dimensão maior do que aquilo que elas têm na realidade? Ou seja, fazer uma tempestade num copo de água! Já todos o fizemos, e todos sabemos bem do que falo! Mas então, e se isso for alimentado por circunstâncias e situações externas que fogem do nosso controlo? Aí a coisa dá que pensar, certo? Pois é, o não querer pensar ou dar importância a um facto ou acontecimento é uma coisa, consegui-lo fazer é outra! Tem tudo a ver com a capacidade de cada um em contornar as coisas! Se somos práticos demais ou distraídos, corremos o risco de “nos comerem as papas na tola”, se somos perspicazes demais e fazemos demasiadas perguntas, é porque somos inseguros e fazemos demasiada pressão! Como se diz na gíria, “somos presos por ter cão, e presos por não ter”! Fazer o quê? As coisas e as pessoas, têm a importância que nós lhes atribuímos, mas esta frase leva-me a outra questão, então e quando inicialmente, o que se nos era apresentado apenas como um incómodo, se torna um problema de difícil digestão? Tomamos uma dose dupla ou tripla de "Kompensam" ou "Rennie" e rezamos para que faça efeito rápido? Então mas...e quando inicialmente nós conseguíamos olhar para a situação e dizer: “bem…vou cagar nisso“, e ao final de algum tempo, olhamos e só conseguimos dizer: “fod*-**…e agora faço o quê”? Acho que depende mesmo da capacidade de cada qual em saber gerir os altos e baixos, eu em concreto, lido muito melhor com os outros do que comigo própria, não deveria ser assim, mas é esta a minha realidade! A maior parte dos confrontos que eu travo, são interiores e essa cena dá-me um medo de morte, porque para os outros eu tenho respostas e quase sempre um bom conselho, a merda toda é quando eu preciso de me ouvir a mim própria, e simplesmente não consigo! Portanto, acho que a grande questão reside em mim…o problema não são os outros…o problema, sou eu própria!

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 12:49

link do post | Falem... | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

Além de toda a solidão...

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 00:19

link do post | Falem... | favorito
|
Terça-feira, 24 de Abril de 2012

A natureza de cada um...

“Não darei veneno a ninguém ainda que me o peça, nem lhe sugerirei tal possibilidade. “(HIPOCRATES)

 

Algo que infelizmente existe no mundo e nas pessoas, é a ideia absurda de que os outros não nos compreendem. Como se tudo aquilo que nos amedronta, ou até mesmo que amedronta os outros, fosse um assunto tabu! As pessoas partem do pressuposto que o outro/a não irá entender esta ou aquela situação, por isso mesmo mantêm em total secretismo, situações que talvez até pudessem ser aceites (com mais ou menos dificuldade), e compreendidas! Ao invés disso, as pessoas resumem-se ao silêncio…silêncio esse que fere…que destrói a confiança…que mata! A maioria das pessoas não dá possibilidade de escolha ao outro/a, de querer e tentar lidar com a situação de forma mais ou menos pacífica, e por consequência a aceitação do ato em si, por mais complicado que pudesse ser! Não, vale mais ocultar e pensar que o outro/a, não saberá de nada, e assim…está tudo certo, está tudo bem e no seu devido lugar! Só que nem sempre é assim…
Dificilmente aceitamos os erros dos outros, mas queremos que os nossos erros sejam entendidos e desculpados.  Afinal de contas “nós”, nunca erramos, apenas nos equivocamos, ou esquecemos de contar coisas que seriam importantes o outro/a ter conhecimento, certo? (profundamente irónica…para as mentes mais apagadas!) Se desejamos ser tratados com respeito e consideração, deveremos agir da mesma forma. O ser humano parece ter esquecido que pequenas ações fazem toda a diferença! É a natureza de cada um que dita as posturas com que encaramos a vida! 

"A palavra deixou de ter conteúdo e de ter qualquer coisa dentro, é pronunciada com uma leviandade total." (JOSÉ SARAMAGO)

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 15:44

link do post | Falem... | ver comentários (2) | favorito
|

É mais forte do que quero acreditar...

 

"Tens que largar a mão
P'ra eu sair de pé
Sou o teu anjo e não me vês
Na parte calma do que és

 

Tens que largar a mão
E sair de pé
Sou o teu anjo a procurar
A parte quente do que vês

 

Mas há portas por fechar
Com o chumbo a prender
É mais forte do que quero acreditar
E se tudo vai com o vento a escorrer
Não sou eu quem vai lutar agora

 

Se eu não for quem vai ser
Se eu não for quem vai
Ter o teu melhor
Se eu não for quem vai seguir a tua mão
E levar-te com o sol
Eu sei

 

Vais aprender a olhar quando a dor vier
Vais aprender a desvendar a parte fraca do que és
P'ra descobrir depois quando a luz voltar
Tens um jardim a procurar
Que precisa de saber
Quanto tempo vai durar
Este muro a prender
É mais forte do que queres acreditar
E se tudo vai com o vento a escorrer
Não sou eu que vai lutar agora

 

Se eu não for quem vai ser
Se eu não for quem vai
Ter o teu melhor
Se eu não for quem vai seguir a tua mão
E levar-te com o sol
Eu sei"

 

(Tiago Bettencourt - Tens que largar a mão)

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 12:08

link do post | Falem... | favorito
|
Sábado, 21 de Abril de 2012

Há dias assim...

"Há dias assim, que nos deixam sós
A alma vazia, a mágoa na voz
Gastamos as mãos, tanto as apertamos
Já não há palavras, foi de tanto as calarmos

 

Há uma canção que não te cantei
Versos por rimar, poemas que nunca inventei
Quem nos pôs assim? A vida rasgada
Quem te me levou? Roubou-me a alma
Mas de ti não sabe nada

 

Há dias assim, não há que esconder
Recear palavras, amar ou sofrer
Ocultar sentidos, fingir que não há
Há dias perdidos entre cá e lá

 

Há uma canção que não te cantei
Versos por rimar, poemas que nunca inventei
Quem nos pôs assim? A vida rasgada
Quem te me levou? Roubou-me a alma
Mas de ti não sabe nada

 

Sei que um dia saberás que a vida é uma só
Não volta atrás

Quem nos pôs assim? A vida rasgada
Quem te me levou? Roubou-me a alma
Mas de ti não sabe nada..."

 

(Filipa Azevedo - Há dias assim.)

Estou...:
publicado por Sem voltar atrás... às 18:45

link do post | Falem... | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Abril de 2012

...conto até três...

"Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
E sei dos teus erros
Os meus e os teus
Os teus e os meus amores que não conheci

Parasse a vida
Um passo atrás
Quis-me capaz
Dos erros renascer em ti

E se inventado, o teu sorriso for
Fui inventor
Criei o paraíso assim

Algo me diz que há mais amor aqui
Lá fora só menti
Eu já fui de cool por aí
Somente só, só minto só

Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz

Se há tulipas
No teu jardim
Serei o chão e a água que da chuva cai
Para te fazer crescer em flor, tão viva a cor
Meu amor eu sou tudo aqui...

Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
Não sou tão só, somente só

Hei-de te amar, ou então hei-de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz..."

 

(The GIFT - Primavera)

Estou...:
tags:
publicado por Sem voltar atrás... às 11:44

link do post | Falem... | favorito
|

.Eu vivo... Sinceramente eu vivo! Quem sou eu? Bem, isso já é pedir demais...

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Portas abertas...

. Vidas em suspenso...

. Manuel de sobrevivência p...

. Francamente cansada...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. Em contagem decrescente.....

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. O MILAGRE DA VIDA - Parte...

. FILHOS DA MADRUGADA

. Momento zen do dia...

.Sinais do tempo...

. Junho 2017

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Abril 2016

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.Contagem